top
 Bom dia, faça o seu login ou clique aqui para se cadastrar.
   

Box Nouvelle Vague - 6 Filmes

R$ 90,00
em até 3x de R$ 30,00 sem juros ou em até 12x de R$ 8,81 no cartão
  • Indique este produto
  • Comentários
  Mais informações sobre este produto

Nouvelle Vague,  movimento de renovação do cinema francês na segunda metade dos anos 1950 exerceu profunda influência sobre jovens diretores de todo o mundo. Filmes de autor, desdramatização do roteiro, liberdade de filmagem. A nova onda tirou o cinema do estúdio, tornou-o mais livre. Até as equipes diminuíram. Ficou mais fácil filmar. O cinema conservador da época não estava mais agradando, pelo contrário, era até desprezado pelo jornal, o qual defendia o desenvolvimento de algo mais original e autoral. Sendo assim, os críticos da revista Cahiers se juntaram com outros frequentadores da Cinémathéque para justamente realizarem seus próprios filmes, e assim começou a surgir uma mudança na estética e linguagem. Tudo isso foi possível graças aos avanços tecnológicos que possibilitaram a transição dos estúdios para locais reais: câmeras portateis de alta qualidade mais baratas, películas mais rápidas que permitiam filmagens sem iluminação.



O Ano Passado em Marienbad - ( L' Année Dernière à Marienbad )  1961
De Alain Resnais.
Com Delphine Seyrig, Giorgio Albertazzi e Sacha Pitoeff.

Em um hotel, um homem tenta convencer uma mulher casada a fugir com ele. Mas ela não consegue se lembrar do caso que os dois tiveram no ano anterior. Leão de Ouro em Veneza, a obra máxima de Resnais é apresentada em inédita versão restaurada.


Os Libertinos - ( Les Dragueurs )  1959
De Jean-Pierre Mocky.
Com Jacques Charrier, Charles Aznavour e Anouk Aimée.

As aventuras e desventuras de dois jovens, um tímido e outro conquistador, que caçam mulheres na noite parisiense. Estreia na direção do prolífico Jean-Pierre Mocky, essa crônica sobre a juventude traz um frescor de realização invejável.


Um só Pecado - ( La Peau Douce ) 1964
De François Truffaut.
Com Jean Desailly e Françoise Dorléac.

Numa viagem a Lisboa, conhecido editor torna-se amante de uma bela  aeromoça. Ele é casado e vive seu romance até o dia em que sua mulher descobre tudo. Influenciado por Hitchcock, Truffaut realizou uma obra-prima que só cresce com o tempo. Festival de Cannes - Indicado à Palma de Ouro


Banda à Parte - ( Bande à Part ) 1964
De Jean-Luc Godard.
Com Anna Karina, Sami Frey e Claude Brasseur.

Dois amigos trapaceiros convencem uma estudante a ajudá-los em um roubo. Talvez a obra mais acessível de Godard, Banda à Parte é uma vibrante homenagem ao filme B hollywoodiano, além de trazer uma interpretação icônica da musa Anna Karina. Também exibido como Bando à Parte.


A Baía dos Anjos - ( La Baie des Anges ) 1963
De Jacques Demy.
Com Jeanne Moreau, Claude Mann e Henry Nassiet.

Jean chega a Nice. Começa a se interessar pelo jogo e encontra no casino uma jogadora, Jackie. Os dois se apaixonam e se afundam na jogatina. Dialogando com O Jogador, de Dostoiévski, Demy fez um fascinante filme sobre o amor e o vício.


Paris nos Pertence - ( Paris nous Appartient ) 1960
De Jacques Rivette.
Com Betty Schneider, Giani Esposito e Françoise Prévost.

Jovem estudante encontra por acaso um grupo teatral que ensaia exaustivamente a peça Péricles, de Shakespeare. Um dos filmes mais emblemáticos da Nouvelle Vague e uma das obras-primas do genial Jacques Rivette (A Bela Intrigante).


 
  • Tipo:    Novo
  • Formato de tela:   Widescreen 
  • Idioma de áudio:  Francês
  • Idioma de legendas:   Português 
  • Extras:   Menu Interativo, Seleção de Cenas, Documentários, Entrevistas, Trailers

(11) 3985-6109
WhatsApp (11) 997872072 atendimento@filmearte.com.br
Nome:

E-mail:

Vazio
R$ 0,00

 Ver carrinho
Mercado Pago
 
DÚVIDAS
Rastrear pedido | Formas de Pagamento | Trocas e Devoluções | Como comprar na loja | Segurança e Privacidade

SAC
Clique aqui para entrar em contato.
Copyright 2007-2017 ©
iSET - Plataforma de loja virtual
Plataforma de Loja Virtual